Tratamentos de saúde um novo rumo | Ailton Pesquisador Terapeuta Naturopata

Tratamentos de saúde um novo rumo

Alternativas site

Despertai 22 de Outubro de 2000.

The Journal of the American Medical Association (JAMA), de 11 de novembro de 1998, disse: “As terapias médicas alternativas, definidas funcionalmente como intervenções, apesar de não serem amplamente ensinadas nas faculdades de medicina nem estarem, em geral, disponíveis nos hospitais dos Estados Unidos, têm atraído cada vez mais a atenção da mídia, da comunidade médica, dos órgãos do governo e do público.”

Por que muitos recorrem a terapias alternativas

A MEDICINA alternativa, ou complementar, abrange uma ampla variedade de técnicas e tratamentos. Muitas são classificadas genericamente como naturopatia, um sistema de tratamento que enfatiza o uso de meios naturais ou físicos para condicionar o corpo e permitir que ele se cure sozinho. Diversas dessas terapias, usadas durante séculos, há muito tempo foram abandonadas ou ignoradas pela medicina moderna.

Além disso, os terapeutas alternativos muitas vezes usam plantas para tratar doenças. Em algumas partes da Terra, esse método tem sido usado há centenas, ou milhares, de anos. Por exemplo, o uso de ervas há muito tempo é a base da medicina indiana. Hoje, em praticamente toda parte muitos profissionais da área de saúde reconhecem o poder curativo de certas plantas.

Um caso notável

Há cerca de 100 anos, Richard Willstätter, que mais tarde se tornou um estudioso da bioquímica vegetal, foi influenciado pelo que aconteceu com um jovem amigo, Sepp Schwab, de 10 anos. Sepp tinha uma grave infecção na perna e o médico disse que era preciso amputá-la para salvar a vida dele, mas os pais de Sepp adiaram a operação para a manhã seguinte. Nesse meio tempo, procuraram um pastor que tinha a reputação de usar remédios fitoterápicos (de ervas). O pastor juntou várias plantas, cortou-as em pedaços muito finos até formarem uma pasta parecida com espinafre cozido e aplicou-a na ferida.
De manhã, a ferida já estava melhor e a operação foi adiada novamente.

O tratamento continuou e, com o tempo, a ferida foi completamente curada. Willstätter foi estudar química na Universidade de Munique (Alemanha) e mais tarde ganhou o prêmio Nobel pelas suas descobertas no estudo de pigmentos vegetais, em especial a clorofila. É interessante que hoje uns 25% dos remédios usados são derivados totalmente ou em parte de substâncias químicas encontradas naturalmente nas plantas.

Conheça algumas terapias alternativas.

A medicina fitoterápica é talvez a forma mais comum de medicina alternativa. Apesar de a medicina usar ervas há séculos.

“Hoje brasil 2014 foi ANVISA Listagem dos 66 fitoterápicos”

Em anos recentes, porém, publicaram-se vários estudos científicos mostrando que certas ervas são úteis no tratamento de problemas como depressão leve, perda de memória causada pela idade e sintomas de hipertrofia benigna da próstata.

Suplementos vitamínicos:

suplementos de vitaminas e de sais minerais ajudam a prevenir e tratar vários problemas de saúde, incluindo anemia e osteoporose — e que até previnem defeitos congênitos. As doses diárias de vitaminas e sais minerais recomendadas pelo governo são consideradas relativamente seguras e úteis.

Acupuntura

A acupuntura é uma forma de tratamento que se tornou muito popular em todo o mundo. Embora o termo “acupuntura” abranja diversas técnicas, em geral se refere ao uso de agulhas bem finas que são inseridas em pontos específicos do corpo a fim de se obter resultados terapêuticos. As pesquisas nas últimas décadas sugerem que a acupuntura funciona em certos casos porque faz o corpo liberar substâncias, como endorfinas, que ajudam a aliviar a dor e a inflamação.
Algumas pesquisas sugerem que a acupuntura pode ser eficaz no tratamento de várias doenças e que é uma alternativa segura ao uso de anestésicos.

A Organização Mundial da Saúde reconhece o uso de acupuntura no tratamento de 104 problemas. E uma comissão escolhida pelos Institutos Nacionais de Saúde, dos EUA, mencionou evidências de que a acupuntura é uma terapia aceitável no tratamento de dor pós-operatória, dor muscular, cólicas menstruais, náuseas e vômitos resultantes de quimioterapia ou de gravidez.

Massagens

Em quase todas as culturas, há muito se reconhece o benefício de massagens. Até a Bíblia menciona o seu uso. (Ester 2:12) “As técnicas de massagem têm um papel importante na medicina tradicional chinesa e indiana”, afirmava a British Medical Journal (BMJ), de 6 de novembro de 1999.

Afirma-se que a massagem relaxa os músculos, melhora a circulação sanguínea e remove as toxinas acumuladas nos tecidos. Os médicos atualmente prescrevem massagens para problemas como dores nas costas, dores de cabeça e distúrbios digestivos. A maioria das pessoas que passa por uma sessão de massagem afirma que ela os faz se sentir muito bem. Segundo a Dra. Sandra McLanahan, “80% das doenças estão relacionadas com o estresse e a massagem reduz o estresse”.

Quiroprática

Há várias terapias alternativas que envolvem a manipulação do corpo. A quiroprática é uma das mais usadas, em especial nos Estados Unidos. Baseia-se na idéia de que é possível curar corrigindo desalinhamentos da coluna. Por isso, os quiropráticos se especializam na manipulação da coluna dos pacientes, a fim de ajustar as vértebras.